20/11/17 Depois da tempestade, vem bonança!



(...) Então, levantando-se, repreendeu os ventos e o mar, e seguiu-se uma grande bonança (...).
Mateus 8:26




Amados irmãos,

Somente quem já esteve no deserto é que sabe o quanto ele nos machuca e nos cansa, o quanto a nossa fé é provada, e o esforço que as batalhas diárias exigem de nós.


Mas, também só sabe o alivio acompanhada de imensa alegria que sentimos depois que saímos dele, justamente é quem esteve nele, e teve que lutar até o final.


Não podemos perder de vista o resultado que esse “passeio” forçado nos trará futuramente, não apenas a alegria de viver o milagre que foi tão sonhado e esperado, mas o que se aprendeu durante ele, porque o conhecimento que adquirimos e a comunhão que temos com Deus durante o deserto é para levarmos a vida inteira.


Infelizmente, muitas vezes, precisamos fazer uma longa jornada de deserto para aprendermos a cultivar a nossa comunhão com Deus, e que isso é, o que temos de mais preciso na vida, Ele é o Deus Soberano e dEle depende toda a nossa história.


Pois antes do deserto talvez, muitos de vocês, (assim como eu um dia) acreditasse que, o que nos trás felicidade e completude é ter todos os nossos desejos atendidos.

Tem pessoas que passam a vida toda correndo atrás dessas coisas, e muitas vezes até conseguem, mas ainda assim não são felizes, e também tem pessoas que não tem muitas coisas e poucas realizações terrenas, mas por fazerem do Senhor sua alegria de viver, todo o resto se torna menor, pois são fartas do mais importante.


Não estou dizendo que seja errado sentir tristeza pela falta das coisas secundárias da vida, estou dizendo que não podemos inverter os valores das coisas, e temos que ter muito cuidado com isso, não podemos amar pessoas ou sonhos acima do Senhor, nada disso vai nos completar o bastante, só Deus pode ter o papel principal na vida do homem.


Ele é o Criador de todos os seres e o fundador dos alicerces da terra, e como tal, Ele tem pleno conhecimento dos caminhos do homem, por isso somente Ele pode ter as chaves de todas as portas, inclusive a porta da felicidade.


Por enquanto que aguardamos as Suas promessas se cumprirem, a nós basta sabermos que Ele virá em nosso auxilio, não sabemos nem o dia e nem a hora, mas o Senhor virá acalmando a tempestade e trazendo bonança no lugar dela.


O inimigo tenta cirandar em nossa mente, trazendo pensamentos negativos, formulando perguntas sem respostas, tentando semear a incredulidade em nosso coração, para deturpar os planos de Deus em nossa vida, por isso o meu convite aos irmãos é que se encontram nessa dificuldade apresentem ao Senhor, peça o Espírito Santo para blindar a sua mente com a verdade da palavra, para que os dardos inflamados do maligno sejam quebrados e não ganhe força de brotar em você.


Repita quantas vezes for preciso pra você mesmo, até que interiorize isso dentro de você: “depois da tempestade vem bonança, esse vento vai passar, há um tempo melhor esperando por mim, eu vou viver esse tempo. O Senhor é o meu Pastor, Ele guardará a minha vida, Ele trocará o meu choro por alegria”.


Não deixe essa tempestade te levar ao desespero, o Senhor virá acalmando esse mar, as ondas não vão te levar, você não vai afundar.


Você não conhece os planos do Senhor, mas você pode ter a certeza que Ele cuidará de tudo, Seus planos são perfeitos, nem você poderia imaginar algo melhor do aquilo que Deus tem trabalhado para te dar, e que não podem ser impedidos, por mais que os muros estejam altos, o Senhor prosperará o teu caminho.


Apesar dos seus olhos estarem vendo a enorme tempestade que se levanta querendo naufragar seus sonhos, sua vida e sua família, apenas creia, creia que o Senhor pode fazer, creia que Ele está do seu lado e que providenciará um escape e você escapará com vida, e levando o prêmio em mãos.


A tempestade tem data de validade pra acabar, uma hora Jesus entra no cenário, ordena que os ventos cessem, e que os raios se esvaem, e que raiar do sol volte a surgir trazendo um brilho novo de glória sobre a sua vida.


Segura em Jesus e confia nEle, a ordem dEle é que a tempestade saia de cena, para então a bonança chegar.


Pense nisso!



Faz cessar a tormenta, e acalmam-se as suas ondas.
Salmos 107:29



0 comentário

Postar um comentário